A REGIÃO

ALDEIA HISTÓRICA DE CASTELO RODRIGO

ALDEIA HISTÓRICA DE CASTELO RODRIGO

Castelo Rodrigo foi um dos lugares estratégicos mais importantes da remota história destas paragens, e que serviu de linha avançada na defesa do reino de Portugal. A fundação desta povoação remonta ao tempo dos Túrdulos que, 500 anos antes de Cristo, teriam habitado a região. Os árabes foram outro povo que por aqui passou, mas foi a ocupação romana, a partir do século I D.C. que deixou um maior legado em toda esta área.

Piscina de Castelo Rodrigo

Piscina de Castelo Rodrigo

A 500 metros da Casa da Amendoeira, mediante custo de utilização.

ALDEIAS HISTÓRICAS

ALDEIAS HISTÓRICAS

Aldeias Históricas são antiquíssimos núcleos urbanos com fundação anterior à nação portuguesa, de grande importância histórica. Erguem-se normalmente em terras altas, pois constituíam núcleos de defesa das populações que nelas se estabeleceram, ainda antes da denominação romana. Destacam-se pela arquitectura militar, pois a maioria encontra-se rodeada de muralhas e desenvolve-se junto de um castelo. O Programa de Aldeias Históricas, formulado pelo governo português em 1991.

RESERVA DA FAIA BRAVA

RESERVA DA FAIA BRAVA

Na Reserva da Faia Brava a natureza é o valor mais importante. São cerca de 850 hectares exclusivamente para a conservação da natureza, com acções que se têm centrado no restauro ecológico, através da valorização dos habitats, do aumento da disponibilidade alimentar das espécies mais ameaçadas e da gestão florestal.

PARQUE NATURAL DOURO INTERNACIONAL

PARQUE NATURAL DOURO INTERNACIONAL

Apesar de ter sido criado com o objetivo principal de proteger o fenómeno geológico constituído pelo canhão formado pelos rios Douro e Águeda e a comunidade de aves rupícolas que aí nidifica, o território do Parque Natural do Douro Internacional (PNDI) possui uma enorme riqueza em termos de valores naturais, desde as espécies endémicas da flora às colónias de morcegos, desde os habitats prioritários às aranhas...

PARQUE ARQUEOLÓGICO DO VALE DO CÔA

PARQUE ARQUEOLÓGICO DO VALE DO CÔA

Descobertas sucessivas, a partir de 1994, de novos núcleos e painéis gravados, quer em vários sítios de ambas as margens dos últimos 17 quilómetros do Côa, quer em algumas das suas ribeiras adjacentes a até já no próprio Douro, obrigaram a uma ampla demarcação territorial da área que se constituiu como o Parque Arqueológico do Vale do Côa.

VALE DO CÔA

VALE DO CÔA

Nas montanhas do nordeste de Portugal, região de extensos olivais, onde no início da primavera (fevereiro e março) florescem amendoeiras e no outono (setembro e outubro) as vinhas se cobrem de folhas cor de fogo, corre para o rio Douro um afluente cujo nome se tornou universal: é o Côa, que encerra ao longo do vale um expressivo ciclo artístico. Milénio após milénio, as rochas de xisto que delimitam o seu leito foram-se convertendo em painéis de arte, com milhares de gravuras rupestres.

ENTRE VALES

ENTRE VALES

...dos rios Côa, Douro e Águeda situa-se a região que nos inspira. O território, na sua maioria pertencente ao atual concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, engloba uma grande parte (zona Norte) da antiga região histórica de Riba Côa. Este vasto planalto outrora pertencente à estremadura leonesa, vigiado pela altaneira serra da Marofa, acabou por ser decisivo há mais de 800 anos na definição das atuais fronteiras portuguesa e espanhola.

NA PENÍNSULA IBÉRICA

NA PENÍNSULA IBÉRICA

Embora situada no interior profundo de Portugal e distante dos grandes centros urbanos da Península Ibérica, o concelho de Figueira de Castelo Rodrigo acaba por se posicionar no centro do eixo (Coimbra, Porto, Salamanca, Valladolid).

NA PENÍNSULA IBÉRICA

Embora situada no interior profundo de Portugal e distante dos grandes centros urbanos da Península Ibérica, o concelho de Figueira de Castelo Rodrigo acaba por se posicionar no centro do eixo (Coimbra, Porto, Salamanca, Valladolid).